NOTÍCIAS

jogo das estrelas
17 de março de 2021

Kwai terá naming rights do torneio de Enterradas no Jogo das Estrelas 2021

O Kwai, rede social de criação e compartilhamento de vídeos curtos, dará nome a um dos torneios mais badalados do Jogo das Estrelas: o de Enterradas. A empresa será parceira de conteúdo do NBB durante a temporada e fará sua estreia na grande ação social do basquete brasileiro, que acontecerá nos dias 19 e 20 de março, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo da ESPN e da TV Cultura.

Ao longo da temporada do NBB, o Kwai assinará os principais conteúdos de enterradas, dentre eles o Top 10 mensal. Já no Jogo das Estrelas 2021, a rede social oferecerá ângulos exclusivos das cravadas dos participantes do Enterradas Kwai praticamente em tempo real. Para fazer parte da comunidade Kwai, basta baixar o aplicativo, que está disponível nas versões Android e iOS.

“Essa parceria reforça o posicionamento inovador do NBB na oferta de novas experiências para os fãs de basquete no país, adicionando mais uma plataforma digital que oferece ferramentas de interação de nossos conteúdos com os atletas, os fãs e as marcas. É gratificante receber marcas mundiais que enxergam na Liga um ambiente rico para projetos criativos”, declarou o presidente da LNB, Delano Franco.

Kwai e NBB ativarão campanha #BasqueteTodaHora

Para ativar a parceria, o Kwai e o NBB lançarão a campanha #BasqueteTodaHora. Quem é basqueteiro de verdade vive jogando basquete a qualquer momento, quando sequer tem uma bola. Fazendo as passadas do basquete e simulando uma cesta, por exemplo, no batente da porta. Ou então, ver uma pessoa na sua frente e driblá-la e depois fazer uma cesta no teto. Parece loucura, né? Mas quem é basqueteiro “core” vai entender…

Por isso, a campanha busca estimular atletas e fãs da bola laranja a publicarem vídeos mostrando suas manias e maneiras de jogar basquete a qualquer momento, seja com uma bola de meia ou, como foi citado, dando um stepback, um crossover sem ao menos ter uma bola na mão. Aquelas manias que todo basqueteiro tem…

Participantes do Enterradas Kwai 2021 estão definidos

Cheios de estilo e criatividade, os atletas escolhidos para a disputa se esforçam ao máximo para surpreender os jurados e faturar o prêmio. Nesta edição, serão sete participantes disputando rodadas eliminatórias de ‘um contra um’, onde quem fizer a enterrada que mais agradar os jurados, avança. A disputa será feita em três etapas: quartas de final, semifinal e final. O corpo de jurados será divulgado em breve.

O atual campeão, Wesley “Mogi” (Mogi Basquete) já está garantido na semifinal e pegará um dos vencedores das quartas. Além dele, Túlio da Silva (Caxias do Sul), Lucas Cauê (Corinthians), Edu Marília (Franca), Maique (Paulistano/Corpore), Alex Dória (Cerrado) e Renan Lenz (São Paulo) também estão confirmados na busca pelo prêmio.

Aliás, apenas o jogador mogiano já participou de outras edições do torneio de Enterradas. Todos os outros são estreantes nessa disputa. Wesley “Mogi”, de 25 anos, vai buscar seu terceiro título no torneio. O jogador foi o detentor da melhor enterrada em 2016 vencendo o experiente Teichmann. Em 2019, ele voltou ao trono ao superar Georginho com uma dunk 360º.

Conhecido por ser uma “fábrica de highlights”, Maique é um dos principais dos nomes do time do Paulistano/Corpore na temporada. Atualmente, o pivô de 2,10m de altura é o segundo jogador que mais dá enterradas no NBB, com um total de 28 dunks (média de 1,1 por jogo). Além disso, ele é o mais eficiente entre os candidatos com uma média de 14.2 por jogo.

Já o ala/pivô Túlio da Silva vem se destacando muito no Caxias do Sul. Além de ser o terceiro colocado no ranking de enterradas da atual temporada com 23 dunks, ele é o cestinha entre os candidatos com uma média de 12.7 pontos por jogo.

Lucas Cauê é outra aposta a belas enterradas. O pivô do Corinthians tem se mostrado maduro quando o assunto é garrafão e soma bons números com uma média de eficiência de 8.3 por jogo e com um total de 19 dunks no campeonato.

Edu Marília, que disputa sua terceira temporada no NBB na carreira, é um dos mais altos entre os competidores com 2,07m, o que pode ajudar – e muito – na hora da exibição. Com sua envergadura, o ala/pivô de Franca aparece como forte candidato a surpreender no torneio.

Já Renan Lenz é o mais experiente da disputa com 30 anos, mas não é por isso que ele fica para trás no quesito enterrada. É cada cravada, ponte aérea, rebodunk… Se tem ele em quadra, é garantia de highlight. Além disso, Renan é peça fundamental no ataque do São Paulo, somando médias de 8.6 pontos por jogo, 9.8 de eficiência e tendo 16 dunks no total.

E por fim, Alex Dória, do Cerrado Basquete, é dono de uma boa envergadura e impulsão. O jogador estava confirmado na edição 2020 das Enterradas, que acabou não sendo realizada devido ao cancelamento do evento causado pela Covid-19. Agora, ele terá uma nova chance de mostrar sua potência nas cravadas.

Na primeira edição do Torneio de Enterradas, Júlio Toledo (2009) foi o grande campeão. Na sequência, venceram Rafael Mineiro (2010) e Jordan Burguer (2011). No melhor estilo Batman, Gui Deodato venceu as duas edições seguintes (2012 e 2013). Em 2014, Devon Hardin faturou a melhor nota e em 2015, o primeiro lugar ficou com Coimbra. Nas últimas edições, Mogi (2016), Bennett (2017), Gui Bento (2018) e, novamente, Mogi (2019) foram os melhores.

A 12ª edição do evento marcará a união entre atletas e clubes para uma grande ação social em prol das vítimas da Covid-19 no Brasil. O Enterradas Kwai acontece no dia 19 de março, às 19h, no Rio de Janeiro (RJ), com transmissão ao vivo da ESPN.

Os participantes para o Enterradas Kwai 2021:

– Mogi (Mogi Basquete) – Atual campeão

– Túlio (Caxias do Sul Basquete)

– Lucas Cauê (Corinthians)

– Edu Marília (Sesi Franca)

– Maique (Paulistano/Corpore)

– Renan Lenz (São Paulo FC)

– Alex Doria (Cerrado Basquete)

 

Todos os campeões do Enterradas Kwai:

2009 – Júlio Toledo (Araraquara)

2010 – Rafael Mineiro (São José)

2011 – Jordan Burguer (Minas TC)

2012 – Gui Deodato (Bauru Basket)

2013 – Gui Deodato (Bauru Basket)

2014 – Devon Hardin (Basquete Cearense)

2015 – Coimbra (Franca)

2016 – Mogi (Paulistano/Corpore)

2017 – Corderro Bennett (EC Pinheiros)

2018 – Gui Bento (EC Pinheiros)

2019 – Mogi (Botafogo)

 

Sobre a LNB

A Liga Nacional de Basquete (LNB) foi lançada em dezembro de 2008, reunindo as principais lideranças e os mais representativos clubes do basquete brasileiro, com o objetivo de reconduzir o esporte ao posto de segundo mais popular do Brasil, apenas atrás do futebol. Baseada no que há mais de mais moderno e bem-sucedido no conceito de gestão esportiva no mundo, a LNB organiza o NBB (Novo Basquete Brasil), campeonato nacional adulto de basquete, que possui a chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), o apoio da NBA e o CBC, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Nike, Penalty, Plastubos, EY, BetMotion, KitchenAid, IMG Arena e Genius Sports.

 

Leia também:

+ Patrocinadora oficial do NBB, Budweiser terá o naming rights do torneio de 3 pontos; conheça os participantes

Twitter e NBB ativarão número recorde de hashtags com emoji no Jogo das Estrelas

EY é confirmada no Jogo das Estrelas e fará ações com sócios e colaboradores

Habilidades Betmotion tem seus participantes definidos; marca fará diversas ativações

Jogo das Estrelas 2021 muda para o RJ e jogos do NBB em SP são adiados

#JOGODASESTRELASNBB

Lei de Incentivo ao Esporte


Patrocinadora Oficial
Patrocinadora Oficial
Patrocinador Oficial
Marca oficial


Bola Oficial
Parceiro Oficial
Patrocinador Oficial
Patrocinador Oficial
Parceiro Ambiental
Parceiro Oficial


Chancela
Apoio
Realização
Lei de Incentivo ao Esporte