NOTÍCIAS

jogo das estrelas
20 de março de 2021

Eles são brabos! NBB Brasil, do capitão Alex Garcia, vence Jogo das Estrelas 2021

Deu Time Brabo no Jogo das Estrelas 2021! A equipe do capitão Alex Garcia teve que suar bastante, mas conseguiu as duas vitórias que garantiram o título do maior evento do basquete brasileira. Após superar o NBB Brasil, do capitão Marquinhos, no primeiro quarto (26 x 24), o Time Brabo enfrentou o NBB Novas Estrelas – Time Georginho no último quarto, dominou as ações desde o início e venceu por 26 x 16, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ).

Essa vitória ainda ajudou a instituição escolhida pelo Brabo, a Creche Maria Ribeiro, de Bauru (SP), a levar 70% do valor arrecadado nas doações feitas pela plataforma Play For a Cause. Os outros 30% serão divididos entre as entidades escolhidas pelos outros capitães: Hospital Ronaldo Gazolla, no Rio de Janeiro (Time Marquinhos), Hospital Infantil Darcy Vargas, em São Paulo (Time Shamell) e Hospital Santa Marcelina, em São Paulo (Time Georginho).

“Estamos passando por um momento muito difícil e podemos usar nosso trabalho para amenizar a dor das pessoas. Fico feliz de poder levar esse prêmio para a instituição Creche Maria Ribeiro, de Bauru, que ajuda tantas crianças carentes. Esse foi um evento em que todo mundo se envolveu muito pela causa e acho isso muito importante”, afirmou o camisa 10 do Bauru Basket.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por NBB (@nbb)

Tivemos um MVP inédito na edição de 2021: o ala/pivô Lucas Dias. Na soma dos dois mini-jogos em que atuou, o jogador do Sesi Franca Basquete totalizou 14 pontos, 9 rebotes, 3 roubos de bola e 22 de eficiência. Tudo isso em apenas 20 minutos jogados, números que garantiram a ele o troféu de King Of The Game, oferecido pela Budweiser.

“Tenho que agradecer ao Brabo por ter me escolhido. A gente estava aqui lutando por uma causa e fico muito feliz em receber esse prêmio. A gente sabia que seria um jogo duro nessa final, mas queríamos muito conquistar essa vitória. No último Jogo das Estrelas, em Franca, bati na trave e não consegui o MVP. Mas dessa vez deu certo e fiquei muito feliz por isso”, afirmou o King Of The Game, Lucas Dias.

Novo formato no Jogo das Estrelas 2021 garantiu mais emoção com 4 mini-jogos

O jogo de hoje foi diferente. Com dois times do NBB Brasil (Time Brabo e Time Marquinhos), um NBB Mundo (Time Shamell) e um NBB Novas Estrelas (Time Georginho), os quatro tradicionais quartos foram substituídos por quatro mini-jogos de 10 minutos num modelo ‘Final Four’. As semifinais tiveram os duelos entre dois times formados por atletas brasileiros e um outro entre os estrangeiros e os jovens talentos sub-25 do NBB. Os perdedores se enfrentaram na disputa de terceiro lugar e os vencedores avançaram para a grande final do Jogo das Estrelas 2021.

1º Período: NBB Brasil (Time Brabo) 26 x 24 NBB Brasil (Time Marquinhos)
2º Período: NBB Mundo (Time Shamell) 21 x 23 NBB Novas Estrelas (Time Georginho)
3º Período: NBB Brasil (Time Marquinhos) 18 x 19 NBB Mundo (Time Shamell)
4º Período: NBB Brasil (Time Brabo) 26 x 16 NBB Novas Estrelas (Time Georginho)

Elencos:

Time Brabo: Alex Garcia (Bauru Basket), Alexey (Bauru Basket), Lucas Dias (Franca), Rafael Hettsheimeir (Flamengo), Gui Deodato (Bauru Basket), Ricardo Fischer (Corinthians), Renan Lenz (São Paulo), Betinho (Unifacisa) – comandados por Cláudio Mortari (São Paulo)

Time Marquinhos: Marquinhos (Flamengo), Elinho (Franca), Fúlvio (Mogi), André Góes (Franca), Lucas Mariano (São Paulo), Léo Demétrio (Flamengo), Rafa Mineiro (Flamengo), Maique (Paulistano) – comandados por Dedé Barbosa (Pato Basquete)

Time Shamell: Shamell (São Paulo), Tyrone Curnell (Bauru Basket), Desmond Holloway (Fortaleza Basquete Cearense), David Jackson (Minas),  Corderro Bennett (São Paulo), Zoom Fuller (Corinthians), Nano Parodi (Minas), Nesbitt (Minas) – comandados por Léo Costa

Time Georginho: Georginho (São Paulo), Felipe Ruivo (Paulistano), Gui Santos (Minas), Yago (Flamengo), Lucas Siewert (Corinthians), Gabriel Jaú (Bauru Basket), Túlio da Silva (Caxias do Sul), Gabi Campos (Pinheiros) – comandados por David Pelosini

Os mini-jogos

1º Quarto: NBB Brasil (Time Brabo) 26 x 24 NBB Brasil (Time Marquinhos)

Os primeiros pontos do jogo só saíram com Rafael Hettsheimeir depois de um minuto de jogo. A bola do pivô do Flamengo foi justamente de 3 pontos, fazendo jus ao titulo de campeão do torneio de 3 pontos Bud conquistado pelo jogador na noite de ontem. A partir daí, o Time Brabo foi devastador fazendo um 9 a 0. Porém, o Time Marquinhos reagiu e empatou com Rafa Mineiro (14 a 14). Com um tempo pedido por Cláudio Mortari, a equipe se organizou e voltou a administrar o jogo (22 a 14). Com apenas um minuto restante, a diferença era de apenas um ponto entre os times (25 a 24). A bola decisiva ficou nas mãos de André Góes, mas o ala francano arremessou com o tempo quase estourado e o Time Brabo se classificou à final (26 a 24).

Fala, Brabo: “Conseguimos abrir uma vantagem boa em duas oportunidades, mas eles conseguiram encostar. Só que na última bola, eu sabia que o Marquinhos iria decidir. Até porque o Dedé Barbosa (técnico do Time Marquinhos) também gosta que o atacante tenha essa bola decisiva. Por isso, larguei o jogador que eu estava marcando, encostei nele e deu certo”, revela.

Cestinhas: Pelo Time Brabo, Gui Deodato fez a diferença com um aproveitamento de 66.7%, somando 06 pontos. Já pelo Time Marquinhos, Rafa Mineiro teve 100%, com 05 pontos.

2º Quarto: NBB Mundo (Time Shamell) 21 x 23 NBB Novas Estrelas (Time Georginho)

Com mais experiência dentro de quadra, o Time Shamell começou dominante (0 a 4), mas os jovens do outro lado se encontraram no duelo e empataram a partida faltando pouco mais de seis minutos para o fim (8 a 8). Em um jogo disputado e de transição, Lucas Siewert fez bonito e virou o duelo (16-17), mas Shamell abusou da ação individual e garantiu a vantagem de seu time (16-17). Faltando apenas um minuto para o apito final, os times estavam empatados em (21-21), porém, Siewert – mais uma vez – somou dois pontos para o Time Georginho (21 a 23). O último arremessou ficou com Tyrone, mas a bola encontrou o aro dando a vitória para os mais novos.

Fala, Little George: “Sabíamos que seria um jogo sério e acredito que fizemos um espetáculo bonito. Eu falei que íamos colocar uma correria grande em quadra e isso fez a diferença”, relembrou.

Cestinhas: No Time Georginho, o capitão somou 06 pontos com um aproveitamento de 66.7% de aproveitamento. Do outro lado, Holloway também fez 06 pontos garantindo o mesmo aproveitamento do rival.

3º Quarto: NBB Brasil (Time Marquinhos) 18 x 19 NBB Mundo (Time Shamell)

Em mais um período equilibrado, os times se revezavam no marcador (7 a 6). Com muitas falhas seguidas de ambas as equipes, o jogo voltou a ter um movimento em uma ponte aérea entre André Góes e Maique (10×09). Repetindo os outros quartos, o final bem foi equilibrado com empate nos segundos finais (14 a 14). O lance decisivo ficou com Nano Parodi, que não acertou. Na prorrogação, pela regra, quem fizesse os primeiros 05 pontos faturava o terceiro lugar.

Para não desperdiçar as chances, Lucas Mariano logo somou mais dois pontos (16 a 14), mas o time não aproveitou as outras chances de atingir os 05 pontos e, de lance livre, David Jackson sacramentou a vitória do NBB Mundo e o terceiro lugar no Jogo das Estrelas.

Cestinhas: Pelo Time Marquinhos, os maiores pontuadores foram Elinho com 05 pontos e 31.3% de aproveitamento e Maique também com 05 pontos e 38.5% de aproveitamento. Do lado, Zoom Fuller garantiu 09 pontos à equipe e somou 50% de aproveitamento.

4º Quarto: NBB Brasil (Time Brabo) 26 x 16 NBB Novas Estrelas (Time Georginho)

O duelo, mais uma vez, mostrava seu equilíbrio e a vontade de vencer pelos atletas. O movimento no garrafão era dos dois lados da quadra até a metade do quarto (08 a 08). Em uma bela troca de bolas, o ponto triplo de Rafael Hettsheimeir garantiu uma vantagem ao Time Brabo (15×11). Fazendo valer da experiência e jogando mais próximo à cesta, a equipe do capitão Alex Garcia conseguiu uma vantagem de dois dígitos restando pouco mais de dois minutos para o fim (22 a 11). Cadenciando a partida, os “mais velhos” garantiram a vitória por 26 a 16.

Fala, comandante: “Realmente está sendo um momento complicado para todos e vemos as coisas acontecendo de perto. Mas falei para eles no vestiário que temos que ser gratos por estarmos aqui e que nosso dever era mostrar alegria dentro de quadra. Porque sabemos o quanto as pessoas estão sofrendo. Também estou muito feliz – dentre tantas coisas vividas no basquete – por ter sido indicado para comandar um dos times do Jogo das Estrelas”, revela emocionado o treinador do São Paulo.

Cestinhas: No time Brabo, Lucas Dias fez a diferença com 10 pontos e 76.9% de aproveitamento. Já pelo Time Georginho, Gui Santos garantiu 09 pontos e 60% de aproveitamento.

Novo formato aprovado: Com a opção de quatro mini-jogos disputados em cada quarto do jogo, o formato garantiu uma opinião positiva de Cláudio Mortari. “Foi muito mais competitivo e não ficou algo monótono. Será incrível quando pudermos reencontrar a torcida de novo”, disse o treinador.

Leia também

+ Mogi é tricampeão do Enterradas Kwai

+ Hettsheimeir se sagra bicampeão do 3 Pontos Budweiser

+ Kevin Crescenzi leva o troféu de Habilidades Betmotion

+ Conheça as instituições escolhidas por cada capitão

Sobre o Jogo das Estrelas 2021

A 12ª edição do evento é uma união entre atletas e clubes para uma grande ação social em prol das vítimas da Covid-19 no Brasil. No primeiro dia, Kevin Crescenzi foi campeão do Betmotion Habilidades, Rafael Hettsheimeir garantiu seu segundo troféu nos 3 Pontos Bud e Mogi, único tricampeão do torneio, fez bonito no Enterradas Kwai. No duelo das Estrelas, o NBB Brasil (Time Brabo) venceu a grande final do NBB Novas Estrelas (Time Georginho). O terceiro e quarto lugar ficaram com NBB Mundo (Time Shamell) e NBB Brasil (Time Marquinhos), respectivamente.

#JOGODASESTRELASNBB

Lei de Incentivo ao Esporte


Patrocinadora Oficial
Patrocinadora Oficial
Patrocinador Oficial
Marca oficial


Bola Oficial
Parceiro Oficial
Patrocinador Oficial
Patrocinador Oficial
Parceiro Ambiental
Parceiro Oficial


Chancela
Apoio
Realização
Lei de Incentivo ao Esporte