NOTÍCIAS

jogo das estrelas
19 de março de 2021

As crias do David Pelosini no NBB Novas Estrelas

O Jogo das Estrelas 2021 terá um formato diferente! A disputa agora passará a ser entre quatro equipes (dois NBB’s Brasil, NBB Mundo e NBB Novas Estrelas), com quatro mini-jogos nos quatro períodos da partida. Uma das equipes estreantes é o NBB Novas Estrelas, formado por jogadores Sub-25 do NBB, com o atual MVP Georginho como capitão. E no comando técnico desses jovens, nada mais justo do que um treinador acostumado a lidar com a garotada em quadra: estamos falando de David Pelosini, do EC Pinheiros.

Multicampeão na base pinheirense, incluindo duas LDB’s no currículo, David Pelosini foi “promovido” ao time principal do Pinheiros no início da atual temporada. Com a grande base do seu elenco formada por jovens jogadores, o treinador do clube da capital paulista está, de certa forma, dando sequência ao seu trabalho e colocando os meninos para atuar no nível profissional.

“Me sinto muito honrado por fazer parte dessa ação social do basquete representando a renovação, o futuro do esporte. Dedico anos da minha vida a formação desses jovens e representar a base hoje no adulto do Pinheiros é muito gratificante. Comandar as Novas Estrelas é um desafio que conheço e sou grato por ter sido lembrado pelo NBB, pois é um reconhecimento de anos de trabalho que me levou hoje a ser um treinador principal de adulto também”, disse o treinador David Pelosini.

David Pelosini, do Pinheiros (Fotojump/LNB)

No NBB Novas Estrelas, o treinador encontrará alguns jogadores com quem já trabalhou nas categorias de base. O capitão Georginho e os também armadores Felipe Ruivo e Gabriel Campos foram os que mais tiveram essa experiência, além de umas passagens pela seleção sub-18 com Yago Mateus e Gabriel Jaú.

David falou um pouco sobre sua relação com Georginho, desde os tempos de São Bernardo até a ida dos dois para a base do Pinheiros.

“Sempre acreditei no Georginho como armador, desde os 16 anos de idade, quando ele era o armador do meu Sub-19 de São Bernardo. Apesar de pouco comunicativo, a bola dele sempre falou mais alto e sua versatilidade fez com que se destacasse ano após ano. Ele foi comigo para o Pinheiros em 2013, aos 17 anos, e daí pra frente foi saborear esse desenvolvimento e deixar as coisas acontecerem”, disse David Pelosini, sobre o capitão do NBB Novas Estrelas e atual MVP do NBB.

Com 32 pontos de eficiência, Georginho foi o principal destaque da vitória do Pinheiros sobre Campo Mourão (João Neto/LNB)

Com Felipe Ruivo, a história não foi muito diferente. O talento já existia e com sobra, o que faltava era um detalhe especial que foi bem desenvolvido pelos dois no dia a dia.

“Felipe Ruivo chegou aos 16 anos e tinha um ímpeto muito agudo com a cesta. Um talento e precisão nos fundamentos técnicos complexos que chamava a atenção. Conversamos em focar na organização do time e no entendimento do jogo. Ele evoluía todos os dias numa velocidade que também não surgia dúvida que se tratava de um talento diferenciado. Ambos muito bons de escola e comprometidos com o processo o tempo todo, importante frisar”, destacou David.

Hoje, em grande temporada no Paulistano, com médias de 13,5 pontos, 4,2 assistências e 14,7 de eficiência, Ruivo participará pela primeira vez do Jogo das Estrelas. E ele não esconde a felicidade desse momento, ainda mais por reencontrar um dos principais responsáveis por sua evolução como jogador de basquete.

“Participar do Jogo das Estrelas pela primeira vez é um motivo de muito orgulho e alegria para mim. O David tem muita importância na minha carreira, um impacto muito grande em tudo que eu faço dentro e fora de quadra. Aprendi muita coisa com ele, tive uma mudança de mentalidade e até no meu jogo quando fui trabalhar com ele. O David começou como um técnico e hoje é um amigo pessoal, então vai ser muito bacana esse nosso reencontro no Jogo das Estrelas. É muito bacana pensar que a gente se conhece desde os meus 16 anos, quando eu era um molecão de tudo, e hoje estamos em um evento grandioso como é o Jogo das Estrelas”, afirmou o armador do CAP.

Ruivo, do Pinheiros, MVP da Final da LDB (Fotojump/LNB)

Quem também tem muita gratidão pelo professor David, é Gabriel Campos. Armador titular do Pinheiros no NBB, Gabi convive diariamente há alguns anos e já sabe perfeitamente o que fazer e como lidar com o treinador. A confiança que recebe é o mais importante, segundo o jogador.

“A importância do David em minha carreira é muito grande. O principal fator é a confiança que ele vem me passando desde que comecei a ter mais minutos em quadra no Adulto. Antes de iniciarmos nossa trajetória no NBB eu já tinha uma boa relação com ele, dentro e fora de quadra. Quando soube que ele seria o treinador do NBB Novas Estrelas, já pensei: estou em casa. Fiquei muito feliz pela convocação dele e por ter ele como técnico nessa grande ação social do NBB, que está cada dia mais próxima”, afirmou Gabriel Campos.

Gabi Campos vem mostrando um amadurecimento incrível (Marcos Limonti/Divulgação)

Os três armadores citados acima conhecem bem e trabalharam ao lado de David. Mas os outros atletas do NBB Novas Estrelas também são figuras conhecidas do treinador, seja nas seleções de base ou como adversários nas quadras.

“O Yago e o Jaú já tive contato na seleção de base Sub-18, terceira colocada na Copa América de Valdívia, e estou ansioso para revê-los novamente no meu lado da quadra, são atletas com muita personalidade e competitivos ao extremo e essas são qualidades que admiro demais. Apenas o Pipoka, Gui Santos e Túlio da Silva que não tive oportunidade de trabalhar junto, mas são excelentes atletas e tenho certeza que irão colaborar de sobremaneira nessa partida”, finalizou David Pelosini.

A Liga Nacional de Basquete (LNB) foi lançada em dezembro de 2008, reunindo as principais lideranças e os mais representativos clubes do basquete brasileiro, com o objetivo de reconduzir o esporte ao posto de segundo mais popular do Brasil, apenas atrás do futebol. Baseada no que há mais de mais moderno e bem-sucedido no conceito de gestão esportiva no mundo, a LNB organiza o NBB (Novo Basquete Brasil), campeonato nacional adulto de basquete, que possui a chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB), o apoio da NBA e o CBC, e conta com os patrocínios oficiais da Budweiser, Nike, Penalty, Plastubos, EY, BetMotion, KitchenAid, IMG Arena e Genius Sports.

#JOGODASESTRELASNBB

Lei de Incentivo ao Esporte


Patrocinadora Oficial
Patrocinadora Oficial
Patrocinador Oficial
Marca oficial


Bola Oficial
Parceiro Oficial
Patrocinador Oficial
Patrocinador Oficial
Parceiro Ambiental
Parceiro Oficial


Chancela
Apoio
Realização
Lei de Incentivo ao Esporte